Oportunidades de pesquisa

Dança e gasto energético entre adultos com Parkinson

Northeastern University

Pesquisadores do Laboratório para o Estudo Científico da Dança (LAB:SYNC) do Centro de Saúde Cognitiva e Cerebral da Northeastern University estão conduzindo um novo estudo de pesquisa em colaboração com Dance for PD® do Mark Morris Dance Group intitulado “Dança e Gasto Energético entre adultos com Parkinson” financiado pelos Institutos Nacionais de Saúde.

Procuramos adultos que atualmente participam de aulas de dança que foram projetadas especificamente para adultos que vivem com Parkinson e parceiros de cuidados, para participarem do nosso estudo de pesquisa.

Para participar do estudo você deve ser:

– atualmente tendo aulas de dança na área metropolitana de Boston que foram projetadas especificamente para adultos que vivem com Parkinson OU atualmente tendo aulas on-line de Dance for PD® através do principal programa Mark Morris Dance Group enquanto residia nos Estados Unidos
– um adulto com diagnóstico de Parkinson ou um acompanhante

Os participantes serão recompensados ​​pelo seu tempo.

Para mais informações ou para preencher o questionário de elegibilidade, por favor clique aqui.

Para entrar em contato com a equipe de pesquisa, por favor clique aqui.

Doença de Parkinson de início jovem pós-pesquisa

Faculdade Russel Sage

Russell Sage College está conduzindo um estudo de pesquisa sobre o desenvolvimento e avaliação de um recurso de gerenciamento de sintomas para a doença de Parkinson de início jovem. O objetivo deste estudo é determinar se um recurso de gerenciamento de sintomas, incluindo estratégias de terapia ocupacional, é benéfico para indivíduos com doença de Parkinson de início jovem.

Como indivíduo com doença de Parkinson de início jovem, pedimos que você participe das seguintes formas:

1. Use o recurso de gerenciamento de sintomas fornecido.

2. Concluir uma pós-pesquisa para nos ajudar a determinar se o recurso de gerenciamento de sintomas é relevante, viável e eficaz para indivíduos com doença de Parkinson de início jovem.

Cada pesquisa deve levar aproximadamente 5 minutos. Esta pesquisa é anônima e as pesquisas anteriores e posteriores serão codificadas para vincular as pesquisas para fins de análise. Sua participação nesta pesquisa é muito apreciada. Seu feedback fornece informações sobre a utilização de um recurso de gerenciamento de sintomas para a doença de Parkinson de início jovem. O benefício pode não ser diretamente para você, mas nos ajudará a expandir os recursos disponíveis para indivíduos com doença de Parkinson de início jovem. Observe que você pode encerrar sua participação nesta pesquisa/estudo a qualquer momento.

. clique aqui para fazer o levantamento.

Permanecendo conectado através do estudo de pesquisa de comunicação

Departamento de Medicina de Reabilitação da Universidade de Washington

Universidade de Washington Laboratório SPEAC está convidando indivíduos com Parkinson a responder perguntas de pesquisas sobre suas experiências de comunicação. Os participantes podem indicar seus familiares, amigos ou colegas de trabalho para também responder às perguntas da pesquisa. Sua participação ajudará os profissionais de saúde a apoiar as pessoas com Parkinson e as pessoas importantes em suas vidas a permanecerem conectadas por meio da comunicação.

Este é um estudo de pesquisa on-line que levará cerca de 30 a 45 minutos; pesquisas em papel estão disponíveis mediante solicitação. Este estudo está aberto a participantes elegíveis que moram nos EUA. Cada participante receberá um cheque de US$ 25 da Universidade de Washington após a conclusão da pesquisa. (Sua família/amigos também receberão US$ 25!)

Clique aqui participar. A pessoa com Parkinson precisa começar primeiro e depois indicar outras pessoas na pesquisa. Clique aqui (http://sites.uw.edu/speaclab/) para obter mais informações ou entre em contato com speaclab@uw.edu em caso de dúvidas.

Tratamentos farmacológicos e não farmacológicos existentes e emergentes para a doença de Parkinson

Universidade de Jamestown

A estudante de doutoramento Paula Abola está a realizar um estudo sobre o conhecimento e a atitude em relação aos tratamentos farmacológicos e não farmacológicos existentes e emergentes para a doença de Parkinson em diferentes localizações geográficas. Este estudo recebeu aprovação do Institutional Review Board da Universidade de Jamestown. O estudo envolve uma pesquisa que levará aproximadamente 10-15 minutos e é destinada a pessoas que vivem com Parkinson e profissionais que tratam ou cuidam de pessoas com Parkinson.

Por favor, clique SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA para concluir a pesquisa. Em caso de dúvidas, entre em contato com Paula em pabola@jacobs-alumni.de.